Loading...
Loading...

Situação se agrava e generais da ativa fazem convocação



No Brasil, a corrupção política acabou levando parte da população a pensar em #Intervenção militar. Conforme os dados de uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, 40% dos brasileiros apoiam a tomada do poder pelos #Militares, ou seja, uma média de 80 milhões de pessoas defendem isso.


Conforme as notícias de corrupção vão tomando conta do cenário político, mais pessoas vão se decepcionando com soluções democráticas e acreditam que apenas um mudança radical pode voltar a trazer paz para o Brasil.

Um fato interessante nisso tudo é que os generais estão convocando a sociedade para se manifestarem. Isso nunca tinha acontecido no Brasil.

Um dos exemplos é o comandante militar do Sul, #general Pujol. Mesmo ele declarando que o caminho para o Brasil não é a intervenção militar, ele convocou a sociedade para se manifestar e ir às ruas lutar por um país melhor e pressionar os governantes.

Segundo Pujol, existem várias maneiras de mudar o país, ir às ruas seria uma delas. Ele também afirmou que não adianta as pessoas esbravejarem apenas pelas redes sociais, é preciso tomar atitudes de enfrentamento contra os corruptos.


A maioria dos generais da reserva já acreditam que a intervenção militar é necessária para o Brasil entrar no eixo.

Visões dos grupos


Os grupos que defendem a intervenção possuem várias visões sobre o caso. Alguns acreditam que o deveria haver no Brasil o tribunal militar e o julgamento por lesa-pátria para políticos.

Outros grupos querem a exoneração de todo o parlamento. Uns preferem novas eleições já nos próximos meses e tem outros que desejam um governo militar de 30 anos para que o Brasil seja arrumado.

O site do "Revista Sociedade Militar" afirmou que, nos últimos anos, tem aumentado o número de pessoas nas redes sociais que pedem pela intervenção.


Está sendo organizada uma manifestação nas ruas para o dia 15 de novembro. O objetivo é mostrar para os governantes a força do povo que quer intervenção militar.

No Rio de Janeiro, os adeptos ao manifesto estarão na Praia de Copacabana. O organizadores do movimento também estão disponibilizando ônibus para quem queira ir a Brasília no dia 15.

STF


O Supremo Tribunal Federal é um dos alvos dos generais. Eles já falaram que o Poder Judiciário tem que agir e tirar os corruptos do cargo. Porém, o que se tem visto é o contrário.

Os ministros da Corte estão soltando investigados e hoje são vistos com uma repercussão negativa frente aos desejos do povo.


Fonte: http://br.blastingnews.com/politica/2017/11/situacao-se-agrava-e-generais-da-ativa-fazem-convocacao-002151217.html

Grave doença ameaça vida de Moacyr Franco, revela diretor do SBT


Tecnologia do Blogger.