Loading...
Loading...

Tensão: Após anuncio de Trump, Palestinos atacam Israel e declaram guerra




Minutos após a decisão do presidente dos EUA Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, houve protestos em várias cidades palestinas e confrontos com o exército israelense. 


Pelo menos, 16 pessoas ficaram feridas. O chefe do Hamas convocou uma nova intifada, uma revolta, contra Israel.

O Exército israelense disse nesta quinta-feira (7) que dois foguetes lançados da Faixa de Gaza em Israel caíram dentro do enclave palestino.

Sirenes soaram em Israel em vários locais ao redor do norte da Faixa de Gaza em um dia de tensões crescentes, após manifestações no enclave costeiro e na Cisjordânia ocupada, nas quais os palestinos protestaram contra o anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na quarta-feira (6), de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Não houve reivindicação inicial de responsabilidade de grupos militantes na Faixa de Gaza para os lançamentos.


Em Gaza, os extremistas do Hamas convocaram os palestinos a uma nova revolta violenta, querendo começar a terceira intifada.

Nas cidades de Hebron e Al-Bireh, na Cisjordânia, milhares de manifestantes protestaram aos brados de "Jerusalém é a capital do Estado da Palestina", disseram testemunhas. Alguns palestinos atiraram pedras nos soldados.

+Moro revela segredo sobre Teori Zavascki na Lava Jato, e deixa Michel Temer em CHOQUE



Ainda na faixa de Gaza, dezenas de manifestantes se reuniram perto da cerca da fronteira com Israel e atiraram pedras contra soldados do lado oposto. Dois deles foram feridos por munição letal e um está em estado grave, segundo médicos.
Tecnologia do Blogger.