Loading...
Loading...

DRAMA: AUTORIDADES INTERNACIONAIS CONFIRMAM, SUBMARINO ARGENTINO EXPLODIU, TODOS MORRERAM.





DRAMA: AUTORIDADES INTERNACIONAIS CONFIRMAM, SUBMARINO ARGENTINO EXPLODIU, TODOS MORRERAM.

Parentes familiares e amigos receberam a notícia aterrorizante da explosão do submarino argentino através de um oficial porta-voz responsável pela comunicação com os mesmos, pessoas passaram mal no momento em que receberam atônitos a lamentável informação, mas o que deu de errado? mais detalhes atualizaremos em breve assim que apurarmos o fato.

Veja também: Imagem do submarino Ara San Juan que continua desaparecido
A afirmação foi do porta-voz da Marinha, Enrique Baldi.





A Marinha argentina afirmou nesta quinta-feira que foi registrado um som junto ao local onde pela última vez foi localizado o submarino desaparecido com 44 tripulantes há uma semana, pelo que se admite a hipótese de este ter sido destruído numa explosão.

O porta-voz da Marinha, Enrique Balbi, disse que se tratou de "um evento anormal, singular, curto, violento e não nuclear" registado no sul do Atlântico. No entanto, esclareceu que não há informações suficientes para dizer qual terá sido a causa da explosão ou se o submarino ARA San Juan terá sido atacado.

Aviões dos EUA seguem com as buscas no mar
Esse som foi registrado no mesmo momento em que o submarino enviou os últimos sinais, no dia 15, mas apenas nesta quarta foi revelado em conferência de imprensa para que as equipes de investigação pudessem analisá-lo e compará-lo com outros elementos recolhidos.

De acordo com o porta-voz da Marinha da Argentina, as buscas vão prosseguir até se perceber ao certo o que aconteceu ao submarino e as famílias dos tripulantes estejam a par dos acontecimentos.




Nesta quarta-feira, um avião da Marinha norte-americana teria detectado um objeto junto à última localização conhecida do submarino. No entanto, soube-se já nesta quarta  que esse objeto não corresponde ao submarino.

Uma operação sem precedentes, com 4.000 pessoas, foi desencadeada no mar argentino, envolvendo 11 países, para tentar encontrar o submarino. A operação entrou agora numa fase crítica, uma vez que já passou uma semana sem informações do submarino e dos seus 44 tripulantes.

Walther Alvarenga
Tecnologia do Blogger.