Loading...
Loading...

Racismo na Globo: Vaza vídeo Willian Waack atacando afro-descendentes nos bastidores "Isso é coisa de preto"




Apresentador do Jornal da Globo há 12 anos, William Waack, 65, foi afastado de suas funções após ser acusado de racismo. Em um vídeo que vazou na internet, Waack aparece durante intervalo do Jornal da Globo, irritado, com o barulho de uma buzina e sua declaração gerou grande polêmica.


O jornalista aparece no vídeo antes de uma entrevista com Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute, do Wilson Center, num estúdio em frente à Casa Branca, nos EUA, xingando e fazendo ofensas racistas.

"Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar porque eu sei quem é." Na sequência, Waack olha para o convidado e diz, em tom baixo: "É preto. É coisa de preto."

Após o comentário de Waack, o convidado ri constrangido.

+Patricia Abravanel DETONA Helen Ganzarolli AO VIVO, para defender sua mãe: "par de peitos"

A Rede Globo em nota publicou:



"A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante", afirma a emissora em nota.

Não há informações sobre quem divulgou as imagens da gravação, realizada durante a corrida eleitoral americana em 2016. No Twitter, o vídeo foi publicado pelo jornalista Jorge Tadeu.


SUBSTITUIÇÃO


Segundo a Globo, a jornalista Renata Lo Prete, 52, vai ocupar a bancada do telejornal nesta quarta (8).


Lo Prete é a substituta oficial de Waack e deve permanecer no cargo por tempo indeterminado. Ela também é apresentadora, editora e comentarista de política do "Jornal das Dez", da GloboNews.
Tecnologia do Blogger.